quinta-feira, 24 de abril de 2008

Dois;

Olha... eu nunca gostei da idéia de ser um. Eu gosto de ser dois. De ser par. Uma dupla. Ser rima... ou sem rima! Não aprendi a ser só, ser simples.
Gosto de composto.
Porque ser um nunca foi destino possível. Mas ser dois, é sempre sonho realizável.
E eu não consigo sozinha.
Por mais sorrisos que eu despeje, é preciso dois.

Eu gosto de plural. E eu não sei mais ser singular.

12 comentários:

Kakau Tendrás disse...

Logo você está apaixonada?

__jey disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
__jey disse...

Não necessariamente!

Felipe disse...

Isso ai foi é uma indireta pra rima voltar a conversar com vc...]

To ligado!! Se acha que vc engana alguem aqui neh!!

Vacilona...
Amanha eu vo ate comenta com ela o que vc anda escrevendo nesses locais... auhauhauahuahauha

Kakau Tendrás disse...

Não necessariamente, na linguagem chutada da coisa é:

Sim. Só não quero te contar.


/heh

rayssalacerda disse...

Jey, novamente passei por aqui!!!

" Você está apaixonada?"

Patricia disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
o felipe eh mesmo mto inconvenienteeeeeee..
ahduashdusahdaush...
mas aki jeyzinha
c tah apaixonada????/????

bjoooooo

Lays disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lays disse...

por que não ser tres?
e o tripé?? rsrs...
(são incríveis os númeos ímpares)

a propósito, vc está apaixonada?? rs :)

__jey disse...

Não, obrigada! hahaha

Kakau Tendrás disse...

Jey, é um senso comum que você está apaixonada.

E à Lays eu digo: Na Física a força só pode existir quando há dois corpos. Não vale um. Nem vale três. Apenas dois. Daí aquela piadinha de: Um é pouco. Dois é bom. Três é de mais.
Mas que um tripé, seria interessante, isso seria. Só não sei se certo ele daria. ;D

Patricia disse...

poxa kakau vc virou cdf vey