domingo, 14 de outubro de 2007

Quem-eu-tenho-sido

Tempo é coisa relativa mesmo. E eu nem preciso ser física pra saber isso (nasci desprovida de qualquer habilidade com números e fórmulas e a pouca insistência que eu tinha em tentar entendê-los, o tempo tirou de mim).
Meus dias, tanto como os de antes como os de agora, obviamente continuam com suas 24 horas. A diferença é a maneira como essas horas correm sob as minhas impressões. Às vezes, parece que preciso de um dia mais longo para conseguir dar conta.
E só o tempo é capaz de mudar certas coisas. Tantas coisas! "Todo coração é uma célula revolucionária". Sim!! A revolução primeiro deve ser dentro de mim. Que ocorram tantas quanto necessário, para que eu tenha certeza de que estou sendo o melhor que posso ser. Hoje sou célula, amanhã talvez um organismo inteiro. Aí, então, quem sabe, as minhas revoluções se estendam para o mundo.

Assim, repito a frase inicial desse texto: sim, o tempo é relativo. E eu gosto da idéia de poder fazer dele o que a gente quiser. Gosto ainda mais do poder que ele tem sobre nós, apesar dessa nossa liberdade em agir com ele como quisermos.

O que eu era e o que eu sou, é tudo obra do tempo, mas meu livre arbítrio que dá palpites é imprescindível.
Crescer é inevitável; as formas como podemos crescer nos são altamente "escolhíveis". Cresci? Não sei, na verdade ainda não senti os efeitos. Mas olhar tudo, ver tudo com esses olhos de agora... Tantas amizades, tantas alegrias, tanta gente me faz enxergar que eu cresci. Não fisicamente, é claro, rs, mas espiritualmente talvez. E, acima de tudo, me faz feliz como talvez eu nunca tenha sido.
Não estou me tornando outra pessoa, isso não é verdade. Quem-eu-tenho-sido sempre existiu, mas eu soube guardá-lo latente entre os tantos alguéns que eu posso ser ! Quem-eu-tenho-sido é um quem-eu-quero-ser de alguns anos atrás. Isso me basta, porque me deixa feliz.
Só me deixa errar um pouco, enquanto eu posso ser quem eu tenho sido.

5 comentários:

Kakau Tendrás disse...

E você tem todo tempo do mundo. Você é a roseira, que as vezes perde as flores. E precisa formar botões de novo. E pra isso você tem tempo. Todo tempo do mundo.

Lays disse...

Ás vezes tenho de gastar meu tempo com coisas em vão, mas ás vezes quero gastá-lo com coisas fúteis. É eu sei, até nisso sou contraditória, mas quem me fez assim, posso afirmar com certeza, que foi o tempo. Por isso Jéssica Paula que "O que eu era e o que eu sou, é tudo obra do tempo, mas meu livre arbítrio que dá palpites é imprescindível"(digamos que minha frase reveladora, predileta de sua 'obra'. rsrs) Espero que você tenha algo de mim que foi recolhido durante o tempo em que passamos juntas. Se, tornar uma pessoa é devido ao tempo das amizades, das alegrias, quero que você saiba que a minha pessoa já tem sido parte de você. Ahh...o tempo, gaste-o como você quiser e com quem você quiser...é o que você tem de melhor!

Patricia disse...

jeyzinhaaaaaa sempre me surpreendendo com seus textos incriveis de palavras bonitas e generos marcantes!
crescer dói! a dor eh maior qndo a gnt dxa isso passar despercebido!
usuflua do seu tempo! vc tem todo tempo do mundo pra fazer o q vc quiser, afinal ele eh seu vc faz dele o q quiser kkkkk, mas faça ele passar e vc dizer EU VIVI!

seu texto eh maravilhosooooooooooooo

Dinha disse...

Que lindo Jeey.
Acho que o tempo é fundamental em nossas vidas né.
Apesar do poder que ele tem sobre nós, afinal não conseguimos comanda-lo, a gente tem o livre arbitrio de usa-lo como queremos.
E concordo plenamente com vc.
O tempo vai passando e as pessoas que estão em nossa volta, nos mostra o quanto estamos crescendo, mesmo quando não percebemos.

Perfeeito seu teexto.
Goosto muito de vc, jeeeyziinhaa..
[=
Beeeeeeeijo

Paola disse...

Nossa Jey.
que isso..

muitoo forte, muito lindo.

Cada dia melhor heim.

pena que vc é tãoo chataa...


ahsuahushaushua


Lindo o texto ´'Pequenininhaa' de minha vidaa;